“Anulação” (09/11/2011)

Andamos de mãos dadas
Beijos na fila do cinema
Jantar aos sábados
Abraços fortes e comuns
Olhares com brilho exclusivo
Um verso virou rotina
O romance sempre amanhecendo
O encontro quase um dever
Os presentes não são mais surpresa.
O que uniu diluiu-se
Temos um anel de compromisso
Um retrato na cabeceira
Uma comodidade incômoda
Saciamos efêmeros desejos
Sentimos por definição
A presença virou costume
Perdemos um pouco a cor
Nos confundimos com a paisagem
O amor nos tornou comuns.

Ass: Danilo Mendonça Martinho

11 comentários em ““Anulação” (09/11/2011)

  1. Amigo, eu penso que se nos tornamos comuns , o amor acabou..e aí, sim,nos confundimos com a paisagem…penso que é o amor que nos diferencia…em sentido geral…Se somos atendidos, por exemplo, por alguém que ama o seu trabalho, somos atendidos com diferença…e assim também as relações…o amor nos torna maiores do que somos…(pense nisso)Beijos,Luana Barcelos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s