"Bússola" (12/07/2011)

Não me incomodaria de ser feliz
Mas sabe tanto quanto eu
O teu olhar já não me procura
A tua palavra tenta disfarçar
Jamais movi teu sorriso
Diverte-me essa certeza
Ver no corpo alheio
Sentir na alma distante
Que há outro norte
Não aceitou minha rosa dos ventos
Meu farol segue sem porto
Bom é te ver a salvo
Distante da própria tormenta
O que te move nem disfarça
Você é mais dele do que teu
E qualquer palavra fica sem direção
Incomodaria-me desviar teu caminho

Ass: Danilo Mendonça Martinho

12 comentários em “"Bússola" (12/07/2011)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s