“Cicatrizes” (03/03/2011)

Não há luz no fim do túnel
Abraço no final do dia
Compreensão no fim do romance

Nem sempre a verdade vence
O coração prevalece sobre a razão
O herói também morre

Todo desejo se apaga
O sentimento se consome
A esperança tem limite

Há dores que ficam
Pessoas que se perdem
O tempo não cura

Não existe promessa eterna
Compromisso sem dúvidas
O amanhã não dá garantias

A sinceridade é um acaso
O irracional uma consciência
Tudo é uma escolha

A distância é uma desculpa
A saudade uma muleta
Quem quer encontra

Fingir não protege
Calar não disfarça
O “não” sempre machuca

Desculpas não amenizam
Arrependimento não mata
Compaixão também é egoísmo

O querer não desaparece
Amizade não substitui
Rejeição é separação

No fim de todo sonho
Existe realidade.

Ass: Danilo Mendonça Martinho

10 comentários em ““Cicatrizes” (03/03/2011)

  1. Como já disseram o tudo é nada e o nada é tudo, cicatrizes são pra se ter certeza de aprender, com elas na vida, sabemos que vivemos momentos inesquecivéis, bons ou ruins.Sou sua fã, te adoroooooooooooo

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s