“Para voltar a sorrir” (04/07/2010)



Sigo por um caminho escuro
Uma noite de lua nova
Uma visita sem aviso
Uma surpresa em meu verso
Quero achar um sorriso perdido
Em um abraço incondicional
Em um segurar de mão
No horizonte desconhecido
Das escolhas certas
Os quartos que não visitei
Os braços que não se confundiram
O olhar misterioso
Fará desnecessária a palavra
No encontro eterno da alma
Livre dos medos e ansiedades
Saciado do mais profundo desejo
Embriagado pelo romance
Perdido de referências
De peito aberto e caneta na mão
Procurarei além do ponto final
A felicidade.

Ass: Danilo Mendonça Martinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s