“Nome e endereço” (19/03/2010)



A solidão e a tristeza não se conhecem.
A bondade e a beleza não moram na mesma rua.
A verdade tirou férias e a mentira morreu antes da hora
O medo é primogênito e a coragem filho do meio
A felicidade não tem lar e o amor argumentos
A ansiedade às vezes dorme com a saudade
O ódio é visitante sem aviso e o rancor inquilino
A angústia e a melancolia desejam opostos
A virtude talvez não esteja entre nós

Ass: Danilo Mendonça Martinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s