“Poetas Dest’ora” (21/06/2009)



Poetas desta hora
Insana, arcana
Levantai enquanto há
Dizei enquanto é
Poetize seu tempo
Torne a vida algum infinito
Pois de outra hora…
Jamais seremos

Poetas desta hora
Olhai a sua volta
Leiam tuas inspirações
Vislumbrem outros mundos
Façam do concreto outro romance
Nasçam entre as frestas
Uma flor de primavera

Poetas desta hora
Vivam a todo preço
Escolham as incertezas
Divirtam-se com o destino
Procurem os próximos sorrisos
Sejam tudo hoje
Deixem suas palavras para o amanhã.

Ass: Danilo Mendonça Martinho

Um comentário em ““Poetas Dest’ora” (21/06/2009)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s