"Noite enfim"(30/05/2009)

Quando a noite tiver luz própria
Vier penumbrar nossos rostos
Seja gentil e não acenda luz
Não procure pelo meu sorriso
Não peça minha aprovação
Não julgue minhas atitudes
Muito menos espere um sinal.

Quando meu corpo estiver esgotado
Seja gentil e vá embora
Antes que reaja sem pensar
Antes dos erros da madrugada
Antes de qualquer desculpa para ficar
Deixemos-nos assim…livres.

Quando virar as costas e partir
Seja inteligente e siga seu caminho
Não questione razões
Não procure motivos
Guarde aquilo que tem
Satisfaça-se com o último sorriso.

Quando subir as escadas
Rumo a última escala
Deixe me perder na escuridão
Deixe-me a paz do final
Em uma última gentileza
Não acenda a luz do corredor
Pois não vou voltar.

Ass: Danilo Mendonça Martinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s