Meus Silêncios

Meus silêncios estão longe de ser solidão. Tenho construções perfeitas de futuro. Tenho sucesso, debates, alegrias tão densas que se pode tocar. Mas nem só de imaginações vive os meus silêncios. Eles tem planos. Arquitetam cada passo, querem organizar tudo. Dividir o tempo, fazer caber, trabalhar, sorrir, descansar, tudo com hora marcada. Não para na realidade, cria planilhas para games tanto quanto para as finanças. Não se calam até as coisas estarem do seu jeito. Meus silêncios dependem de mim. Nada fazen, nada movem. Dar-lhes espaço é deixar a vida passar. Ao mesmo tempo são tão necessários esses silêncios, essas pausas, esses suspiros. Algumas vezes me parecem fuga e muitas vezes me soam como paz. Me fortalecem, me reconstroem, me inspiram. De olhos fechados diante o horizonte eu lembro que a esperança reside dentro de mim e no meu silêncio guardo o sorriso que completará o sonho de felicidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s