Fato Cotidiano – “Nunca vi”

Disseram na minha cara e as palavras me fizeram morada. Minha alma como em um ataque a um corpo estranho se afastou daquela, que há muito tempo, já é a minha verdade. Ali na minha frente entre pares o ontem parecia uma eternidade, esquecera as feições, os gestos? Nunca fui bom em disfarces e naquele momento era evidente que já não era nenhum segredo que a alegria me deixara. Antes me descobrissem apaixonado, antes fosse uma vergonha do que este gosto amargo. Preocupa-me a amargura tomar conta e não saber voltar. Quando foi que me calei? Quando foi que o abraço ficou longe? Quando a indiferença passou a fazer mais sentido? E talvez a questão mais importante, eu que não sou ou deixei tirarem de mim?

É triste se perceber menor, mas é fundamental se perceber qualquer coisa. A consciência é a primeiro passo na mudança e a vida é um caminho que exige adaptações diárias, difíceis. Não se iluda pelos seus olhos, nunca acordamos no mesmo lugar. Algumas vezes nenhum espelho é capaz de dizer o que um estranho enxerga de primeira. Lutei contra a realidade, sim me falta a paz e liberdade, mas quando me disseram nunca terem me visto sorrir…..bom, pensei, nunca é tempo demais para um sorriso.

IMG_4732

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s