“É só”(05/02/2019)

Estou na sombra
No minuto atrasado
Vendo partir
Aplaudindo ganhar
Todos vivendo
Eu esperando

Não distribuo culpas
A inércia é minha
Não sem motivos
Desesperança cansa
Inveja da vontade
Larguei quem era
Por muito pouco

Ainda resta raiva
Sobra indignação
Até mesquinharia
Quero que prove
Antes que acredite
Meio por indolência
Também por ser incapaz

Caminho ou sou levado?
Tenho fé ou indiferença?
Coragem ou medo?
Fim ou começo?
Diga o que sou
Não há nada que sei
Se escolhi, errei

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s