“Convexo” (13/03/2018)

Este espelho dá medo
Enxergar demais
Encarar as boas verdades
Lutar contra o inconsciente
Descobrir-se insuficiente

Conhecer-se é algo sério
Um compromisso para vida
Palavras que não te deixarão
Vão me manter acordado
Ou vão trazer minha paz?

Não julgue a covardia
A tristeza é forte
O passado imutável
Nos escombros da alma
O que terá sobrevivido?

Tempo demais nesse espelho
Tenho medo de reconhecer
Detalhar todas as falhas
Despido pela sinceridade
Ainda assim….não querer mudar

Ass: Danilo Mendonça Martinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s