“Reset” (17/01/2016)

Eu não entendo essa vontade
Se eu sei que é em frente
Se eu quero continuar insistindo
Se a felicidade se escondeu no depois
Para que me entregar ao tempo?
Largar no sofá as esperanças
Esquecer no silêncio nosso rosto

Não entendo a dificuldade de lutar
Foi engano a renovação da alma?
O dever não ficou de lado?
Não entendo essas amarras
Fugir do próprio pensamento
Basta hesitar para desistir

Construímos verdades
Acreditamos na nossa imagem
E agora que nos desmentimos
Precisamos desfazer nossa fé
E lembrar todos os dias quem somos

Ass: Danilo Mendonça Martinho

2 comentários em ““Reset” (17/01/2016)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s