"Trilogia"

“Amor de Praia”

Ah, se todo amor fosse assim a beira-mar
Molhasse os pés, sem arrastar na correnteza
Subisse a maré, sem afogar as esperanças
Refletisse o céu, sem roubar as estrelas
Ah, se todo amor beirasse meu mar.

“Amor de Campo”

Ah, se todo amor deitasse em uma varanda
Esticasse a vida na rede e um sonho na paisagem
Adiasse o segundo para fazer valer o minuto
Fosse como a brisa: um carinho sem levar
Ah, se todo amor dormisse na minha varanda

“Amor de Cidade”

Ah, se todo amor coubesse em um olhar
Uma presença que dispensasse a palavra
Uma verdade que não precisasse de provas
Um encontro que não terminasse efêmero
Ah, se todo amor não fosse apenas meu olhar

Ass: Danilo Mendonça Martinho

18 comentários em “"Trilogia"

  1. Lindo demais! Bom seria um amor que fosse isso tudo… P.S.: Já te agradeci pela atenção com que sempres comentas no meu blog? Muito obrigada, de todo coração. Enriqueço com teus comentários. Abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s