“Rancor” (02/06/2011)

Amargo um coração
Cheio de passados
A lembrança cética
Tudo que só doeu
Temo teu sabor
Eis o impossível
O que não estou disposto a arriscar

É uma triste realidade
Questiona qualquer sonho
Quem vai levar a ilusão?
Não vai bastar o abraço
Hesitarei até o fim
Vou pedir um tapa na cara
Qualquer coisa sincera
Pois um dia me negaram o possível

Ass: Danilo Mendonça Martinho

10 comentários em ““Rancor” (02/06/2011)

  1. Vou pedir um tapa na cara. Isso me lembrou algo. rsrsrsNão tenha rancor de nada. E não é porque o passado foi difícil, que você vai se vetar de viver algo bom no futuro. Se algo não deu certo antes, não significa dizer que não vai dar certo outra vez.Beijos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s