“Coração Nublado” (11/01/2011)

2011 não passou um dia sem ti
Te sinto mesmo sem estar
Tento muitas vezes te ouvir
Mas permanece suspirando
O que já não é mais lamento

Quero o sorriso de nós dois
Aquele que mistura sonho e desejo
A liberdade de braços abertos
Como se pudesse me levar
Esquecer o que não posso sentir

Só hoje reparei na tua presença
Estava ignorando teu presságio
Respirei teu cheiro na escuridão
Era tua existência dentro de mim
Algo que jamais me pertenceu

O que somos se não essências
Breves imaginações incompletas
Sujeitas a interpretações
Nesta humanidade parcial
Já fizemos nossa escolha

Mergulho na tua verdade
Me afogue ou me leve
Abro-te todo dia a porta
Mas continua a entrar tempestade
Até que essa paixão me transborde

Aos poucos você cessa
Sem certeza que irá voltar
Vejo tua saudade no relâmpago
A primeira gota de nostalgia
E teu porquê chove em mistério.

Ass: Danilo Mendonça Martinho

7 comentários em ““Coração Nublado” (11/01/2011)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s