Sobre a gripezinha

Gripes em seus diversos vírus e variações sempre existiram, sempre mataram, mas até onde sei nenhuma gripe durante inúmeras gerações (pergunte aos seu pais e avós) foram capazes de causar colapsos em sistemas de saúde. Aliás, esse foi sempre o foco. A taxa de ocupação de leitos. A rapidez que se espalha e o silêncio (assintomáticos) com que se espalha. Você pode apontar as baixas taxas de mortalidade (embora alguns países tenham ultrapassado os 10%), na maioria das faixas etárias da população, mas a taxa de internação, independente de idade, beira os 50%. Entre os jovens e adultos que mais morrem estão os médicos na linha de frente. Cada dia mais deles são afastados o que compromete o atendimento de todos pacientes. As mortes que mais me preocupam são as que ninguém está contando. Aqueles que morrem pela falta de atendimento adequado, de uma UTI, de um remédio, de um profissional da saúde. Tenho três familiares que morreram no espaço de 15 dias. Nenhum deles pelo vírus. Todos idosos com algumas complicações, mas nunca vi pessoas serem internadas e falecerem tão rápido antes, muito menos em datas tão próximas. Para mim sinais claros que o sistema de saúde já está perto do limite, que não consegue dar atenção necessária aos seus pacientes. Eu rezo para que ninguém precise seriamente de um hospital neste momento, pode ser uma realidade dura de acreditar e difícil de sobreviver.

A subnotificação é clara, existem muitos poucos testes, o que faz alguns afirmarem que os números são menores, e outros que os números são maiores. O fato é que não sabemos a real dimensão da doença em nosso país, agora você arriscaria seus pais, seu avós sem saber realmente o que está se passando lá fora? Você está disposto a apostar que o colapso dos sistemas de saúde da Itália, Espanha, Reuno Unido, EUA, são uma farsa? Que os 90% de ocupação em UTIs em hospitais privados seja normal? (isso falando em capitais, há inúmeras cidades que nem UTI tem) Que tudo que está acontecendo no mundo todo é uma grande fakenews, um exagero, que os frigoríficos tendo que receber corpos é uma coisa que acontece com frequência, que nada poderia impedir essas mortes? Você apostaria a sua vida? A vida de quem você ama? Pois esse é o preço necessário para cobrir essa aposta. Fique à vontade ou fique em casa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s